Browsing Category:

Egito

EGITO ATUAL – IMPRESSÕES DE SER MULHER NO EGITO

Posted in Egito
on 23 de janeiro de 2020

Mesmo cheia de receios, após ver vários relatos de experiência negativa no Egito, viajei para o norte da África com um amigo na cara e na coragem, e sim deu tudo certo… Não por eu estar com uma presença masculina, mas sim por estar psicologicamente preparada para o que der e vier nessa trip. E confesso que mesmo indo com o meu amigo continuei me deparando com situações desagradáveis de preconceito e assédio. A verdade é, que nada foi grave e sempre consegui reverter a situação, mas é chato precisar mentir e não ser quem realmente sou por proteção. Portanto, se informar sobre o Egito atual é o primeiro passo para decidir se vale a pena passar por isso. Eu digo vale muito a pena sim e este artigo é para compartilhar minhas impressões, dicas e ajudar na sua decisão.

Embora eu seja mulher e minha experiência tenha sido acompanhada no Egito, as dicas servem para qualquer viajante. Então vamos lá…


TURISMO E DICAS

A primeira recomendação é respeitar a cultura e as regras locais. Depois pareceu mais seguro contratar guia e traslados, se hospedar em hotéis com boas referências e sempre sair em grupos. Mas sem paranoias! Abuse da intuição, relaxe quando se sentir confortável, não tenha receio de conversar com os locais e nem perca oportunidades de viver grandes experiências por medo.

O Egito é dividido por dois continentes: África e Ásia (na Península de Sinai). É um país mediterrâneo com fronteiras complexas como a Faixa de Gaza e Israel a nordeste, o Golfo de Aqaba e o Mar Vermelho a leste, o Sudão ao sul e a Líbia a oeste.

O Egito apresenta


clima desértico (seco), portanto, a variação da temperatura é contrastante entre o dia e a noite o ano todo. Os meses de outubro, novembro, março e abril são os mais indicados para evitar o calor intenso. Em maio e setembro também vale, mas as temperaturas aumentam.

Viajei em novembro e o calor estava suportável em função de eu já estar morando no Golfo. Julho e agosto são os meses mais quentes, já as noites no alto das montanhas são congelantes.

Se a viagem cair no período do Ramadã, o planejamento e cuidados são maiores para evitar contratempos com a população. Jamais consuma bebidas ou alimentos ao ar livre ( NEM MESMO CHICLETE) durante o dia e verifique quais serviços estarão funcionando antecipadamente. Tudo o que precisa pode ser encontrado ou consumido durante a noite nos dias de celebração.


Quanto custa ir para o Egito

Mesmo com o dólar alto, quando comparado ao custo-benefício em infra-estrutura e atrativos de outros países, está barato viajar pelo Egito. Acontece porque a demanda caiu quando os turistas deixaram de ir em função dos fatos políticos do início da década. Isso já faz tempo e a vontade de conhecer as pirâmides tem sido maior que o medo de viajar para o Egito.

Moeda e câmbio

Libra egípcia (EGP) é a moeda local e levar dólar tem vantagem na conversão da época… Ahhh antes que esqueça, tem um pequeno detalhe chato no Egito que são as gorjetas. Falam um preço e sempre será mais porque todos que prestam algum serviço nos colocam na obrigação de dar mais dinheiro.  Até em banheiros públicos eles querem te cobrar, a dica que eu dou é você não precisa dar, porque as vezes essas pessoas estão lá apenas para ganhar um dinheiro fácil!!!

Documentação

visto para o Egito é feito ao desembarcar no país. O formulário será entregue dentro do avião ou solicite informações para um funcionário local. Com o formulário preenchido e passaporte em mãos, dirija-se primeiro a imigração pague a taxa de 25 dólares e lembre dessas dicas:

  • vá para a fila da imigração (placas sinalizam nos corredores) com o visto no passaporte e certificado da vacina da Febre Amarela (parece que deixou de ser exigido esse ano, mas eu deixo sempre dentro do passaporte)
  • Seguro viagem não e obrigatório, mas é altamente recomendado pela assistência e gastos com saúde.

O que vestir e o que levar

A mulher pode se vestir como quiser, inclusive usar biquíni nas praias, porém, o indicado é vestir-se de forma modesta. Evite decotes e comprimentos ousados e ombros de fora em lugares mais frequentados por locais. Uma boa solução é andar de com uma echarpe, ou casaco leve para por cima e usar conforme se sentir confortável.

Itens essenciais: óculos, protetor solar, echarpe, repelente e bom senso.

Abaixo alguns dos looks que usei no Egito

 

 


É seguro viajar para o Egito?

Mesmo com as notícias de terrorismo, achei eficaz a segurança tanto do governo quanto dos empreendimentos. No aeroporto, museu e entrada de qualquer hotel tem raio x e vários seguranças (ATÉ PORQUE ESSE PROCEDIMENTO É OBRIGATÓRIO). Nas estradas têm cachorros da polícia e militares fortemente armados pedindo documentos e fazendo perguntas a cada 100 km ou menos.

Embora o Itamaraty ainda não recomende visitar a Península do Sinai no seu site, tive um casal de um amigos que foram e me falaram que valeu muito a pena!!!! Sugiro avaliar as informações na página antes de decidir o roteiro. E não deixe de ler o resultado da pesquisa dos países mais perigosos e os mais seguros para viajar sozinha!!!


Transporte

O Aeroporto Internacional do Cairo, distante 20 km da capital, é a principal porta de entrada no país para quem chega por via aérea. Apesar de ser possível fazer uma viagem independente, é recomendável contratar uma agência ou guias locais para transporte e passeios. Além do conhecimento do guia de turismo, é mais fácil circular pelas cidades e diminui o assédio de vendedores e mal-intencionados.

Guias falam português

Exceto o beduíno no Monte Sinai, todos os guias contratados pela agência que cuidou do meu roteiro falavam português e espanhol. E eles me esperaram com plaquinhas dentro da área restrita do desembarque.

 

Bom se você quiser saber qual foi o meu roteiro, fica ligado no próximo post 😉