EGITO ATUAL – IMPRESSÕES DE SER MULHER NO EGITO

Posted in Egito
on 23 de janeiro de 2020

Mesmo cheia de receios, após ver vários relatos de experiência negativa no Egito, viajei para o norte da África com um amigo na cara e na coragem, e sim deu tudo certo… Não por eu estar com uma presença masculina, mas sim por estar psicologicamente preparada para o que der e vier nessa trip. E confesso que mesmo indo com o meu amigo continuei me deparando com situações desagradáveis de preconceito e assédio. A verdade é, que nada foi grave e sempre consegui reverter a situação, mas é chato precisar mentir e não ser quem realmente sou por proteção. Portanto, se informar sobre o Egito atual é o primeiro passo para decidir se vale a pena passar por isso. Eu digo vale muito a pena sim e este artigo é para compartilhar minhas impressões, dicas e ajudar na sua decisão.

Embora eu seja mulher e minha experiência tenha sido acompanhada no Egito, as dicas servem para qualquer viajante. Então vamos lá…


TURISMO E DICAS

A primeira recomendação é respeitar a cultura e as regras locais. Depois pareceu mais seguro contratar guia e traslados, se hospedar em hotéis com boas referências e sempre sair em grupos. Mas sem paranoias! Abuse da intuição, relaxe quando se sentir confortável, não tenha receio de conversar com os locais e nem perca oportunidades de viver grandes experiências por medo.

O Egito é dividido por dois continentes: África e Ásia (na Península de Sinai). É um país mediterrâneo com fronteiras complexas como a Faixa de Gaza e Israel a nordeste, o Golfo de Aqaba e o Mar Vermelho a leste, o Sudão ao sul e a Líbia a oeste.

O Egito apresenta


clima desértico (seco), portanto, a variação da temperatura é contrastante entre o dia e a noite o ano todo. Os meses de outubro, novembro, março e abril são os mais indicados para evitar o calor intenso. Em maio e setembro também vale, mas as temperaturas aumentam.

Viajei em novembro e o calor estava suportável em função de eu já estar morando no Golfo. Julho e agosto são os meses mais quentes, já as noites no alto das montanhas são congelantes.

Se a viagem cair no período do Ramadã, o planejamento e cuidados são maiores para evitar contratempos com a população. Jamais consuma bebidas ou alimentos ao ar livre ( NEM MESMO CHICLETE) durante o dia e verifique quais serviços estarão funcionando antecipadamente. Tudo o que precisa pode ser encontrado ou consumido durante a noite nos dias de celebração.


Quanto custa ir para o Egito

Mesmo com o dólar alto, quando comparado ao custo-benefício em infra-estrutura e atrativos de outros países, está barato viajar pelo Egito. Acontece porque a demanda caiu quando os turistas deixaram de ir em função dos fatos políticos do início da década. Isso já faz tempo e a vontade de conhecer as pirâmides tem sido maior que o medo de viajar para o Egito.

Moeda e câmbio

Libra egípcia (EGP) é a moeda local e levar dólar tem vantagem na conversão da época… Ahhh antes que esqueça, tem um pequeno detalhe chato no Egito que são as gorjetas. Falam um preço e sempre será mais porque todos que prestam algum serviço nos colocam na obrigação de dar mais dinheiro.  Até em banheiros públicos eles querem te cobrar, a dica que eu dou é você não precisa dar, porque as vezes essas pessoas estão lá apenas para ganhar um dinheiro fácil!!!

Documentação

visto para o Egito é feito ao desembarcar no país. O formulário será entregue dentro do avião ou solicite informações para um funcionário local. Com o formulário preenchido e passaporte em mãos, dirija-se primeiro a imigração pague a taxa de 25 dólares e lembre dessas dicas:

  • vá para a fila da imigração (placas sinalizam nos corredores) com o visto no passaporte e certificado da vacina da Febre Amarela (parece que deixou de ser exigido esse ano, mas eu deixo sempre dentro do passaporte)
  • Seguro viagem não e obrigatório, mas é altamente recomendado pela assistência e gastos com saúde.

O que vestir e o que levar

A mulher pode se vestir como quiser, inclusive usar biquíni nas praias, porém, o indicado é vestir-se de forma modesta. Evite decotes e comprimentos ousados e ombros de fora em lugares mais frequentados por locais. Uma boa solução é andar de com uma echarpe, ou casaco leve para por cima e usar conforme se sentir confortável.

Itens essenciais: óculos, protetor solar, echarpe, repelente e bom senso.

Abaixo alguns dos looks que usei no Egito

 

 


É seguro viajar para o Egito?

Mesmo com as notícias de terrorismo, achei eficaz a segurança tanto do governo quanto dos empreendimentos. No aeroporto, museu e entrada de qualquer hotel tem raio x e vários seguranças (ATÉ PORQUE ESSE PROCEDIMENTO É OBRIGATÓRIO). Nas estradas têm cachorros da polícia e militares fortemente armados pedindo documentos e fazendo perguntas a cada 100 km ou menos.

Embora o Itamaraty ainda não recomende visitar a Península do Sinai no seu site, tive um casal de um amigos que foram e me falaram que valeu muito a pena!!!! Sugiro avaliar as informações na página antes de decidir o roteiro. E não deixe de ler o resultado da pesquisa dos países mais perigosos e os mais seguros para viajar sozinha!!!


Transporte

O Aeroporto Internacional do Cairo, distante 20 km da capital, é a principal porta de entrada no país para quem chega por via aérea. Apesar de ser possível fazer uma viagem independente, é recomendável contratar uma agência ou guias locais para transporte e passeios. Além do conhecimento do guia de turismo, é mais fácil circular pelas cidades e diminui o assédio de vendedores e mal-intencionados.

Guias falam português

Exceto o beduíno no Monte Sinai, todos os guias contratados pela agência que cuidou do meu roteiro falavam português e espanhol. E eles me esperaram com plaquinhas dentro da área restrita do desembarque.

 

Bom se você quiser saber qual foi o meu roteiro, fica ligado no próximo post 😉

O que embalar para ajudá-lo a dormir em aviões

Posted in Fazendo as malas
on 7 de Maio de 2019

Ter uma boa noite de sono – é uma das coisas mais saudáveis que você pode fazer por si mesmo. Mas, às vezes, o sono nos evita, especialmente durante o vôo.

Eu  não tenho grandes dificuldade em dormir em aviões. Mas se você não é como eu, precisará de uma ajudinha e estratégica para ajudá-lo a relaxar e descansar no ar, para que você tenha mais chances de realmente adormecer. É essencial que tenha esses itens para alcançar o tao desejado soninho…

Crie um ambiente propício para a hora do sono

Em casa, eu amo um quarto escuro e uma musiquinha de fundo, e faço o meu melhor para imitar isso em um avião lotado. Embora algumas companhias aéreas ofereçam máscaras para os olhos e até mesmo tampões para os ouvidos em vôos de longa distância, prefiro fazer meu kit viagem. Se preferir algo diferente  tente comprar fones de ouvido com cancelamento de ruído para a atualização definitiva.

Os assentos da classe econômica não lembram nem de longe nosso colchão em casa, mas um travesseiro e um cobertor podem ajudar você a se sentir mais confortável. Use os que a companhia aérea oferece ou considere trazer os seus. Travesseiros de viagem variam de aqueles que você inflar, aqueles recheados com vários materiais, travesseiros de pescoço em forma de U, para mini travesseiros “regulares”. Se você não quiser levar uma manta de viagem, considere uma grande toalha pashmina ou turca para maior conforto.


Looks confortáveis

O look de viagem perfeito será sempre o mais confortável, aconchegante, versátil  o possível! Use calças soltas e elásticas (a menos que você realmente adore sua calça jeans e queira passar sufoco com ela, vai em frente)  as blusinhas podem até  ser justinhas porque ai você construir camadas caso esteja muito frio, o retira as milhares de blusas caso esteja calor… a

Os aviões por estarem com o ar pressurizado e um ar condicionado ligado no ultimo com certeza iram te fazer ter a sensação de que seca: sua pele, seus olhos e sua boca. Então pense em preparar um kit de voo DIY com algum protetor labial, colírio e loção para as mãos, sem esquecer é claro dessas mascaras de hidratação instantânea, esses são meus preferidos.


Gostou, tem alguma dica dos seus essenciais de viagem? Diz ai qual o seu item favorito para o embalar no sono, seja nas listas acima ou algo que eu não citei!

5 livros que vale a pena ocupar espaço na mala

Posted in Organize sua Viagem
on 7 de Maio de 2019

Eu sei o quão limitada é um espaço na mala, seja de mão, mochila ou bolsa lista… Na verdade, eu acabei de voltar do shopping onde comprei uma camiseta e duas calça nova já que aqui na minha empresa  para eu embarcar em qualquer voo preciso estar vestida de social ( o que não é nada confortável, mas consegui essa proeza), mas é claro que como estou me adaptando ao jeito de viver mais minimalista negociei comigo mesma que teria que dar adeus para algumas peças para abrir espaço).

E quanto aos livros, o que as roupas tem a ver com o tema Paola? Estamos esperando por eles … Bom eu tenho muita vontade de ter um Kindle, mas eu gosto mesmo é de ler livros, pegar nele e sentir o cheiro das paginas novas, eu sei pode soar meio estranho mas eu prefiro mil vezes os livros reais e físicos.

Quando o assunto é viagem gosto de ler livros sobre os lugares que estou visitando. Livros de história, livros que me ensinam sobre a cultura da região, romances ambientados no país, até mesmo livros para que eu possa ter uma noção da comida que vou encontrar. Eu também gosto de ler livros sobre pessoas fazendo coisas inspiradoras; coisas que podem parecer fora de alcance para mim, mas que me levam a pensar que talvez, apenas talvez, eu pudesse fazer isso também.

Os livros da minha lista de hoje são desse tipo inspirador; dois que me inspiraram e três que forçam os limites um pouco para mim.


Vagabonding por Rolf Potts

Este é o livro que pode mudar alguns aspectos da sua vida e tem uma história que eu adoro contar. As pessoas gostam de mim. Só não eu. Mostrou-me que viajar a longo prazo não é apenas para pessoas loucas e forneceu recursos para me ajudar a descobrir como fazê-lo. Não havia como olhar para trás;


Love With A Chance Of Drowning by Torre DeRoche

Eu não sou marinheira,  e nem quero ser…

Mas a história aqui é basicamente um relato da Torre conhece Ivan e parte para o sul do Pacífico, o livro é tão convincente que pode te fazer mudar de ideia e querer fazer o mesmo. Este é verdadeiramente, um dos melhores livros de viagem que eu já li. O relato de Torre sobre a travessia, seus medos e seu assombro são todos perfeitamente descritos com humor e emoção auto-depreciativos. É uma leitura obrigatória penso eu!


Pretty Woman Spitting by Leanne Adams.

A Asia parecia tão grande e assustadora em minha mente, e mesmo tendo feito alguns voos para essa região, ainda me assusta um pouco. É por isso que este livro está na minha lista de leitura. Eu gosto de ler sobre pessoas que estão em algum lugar que eu desejo ir. Eu quero ouvir como foi para eles; eles gostaram, foi tão difícil quanto eu imagino, como eles conseguiram?


Wild: From Lost To Found On The Pacific Crest Trail by Cheryl Strayed.

Há muito tempo eu queria fazer um back country, uma alta viagem alpina, mas nunca tinha conseguido fazer acontecer. Eu li Wild com o interesse de saber como é fazer uma caminhada de longa distância e sigo inspirada para fazer isso acontecer por mim. Eu amo o que Cheryl aprendeu sobre si mesma quando ela ultrapassou seus limites físicos e como ela conseguiu chegar a um acordo com seu passado e ser resolvida em seu futuro.  Inclusive depois de ler o livro corra e veja o filme também…


China, and Vietnam by Erika Warmbrunn

Este me atrai  de diferentes formas… Fiquei imaginando como seria viajar por um país tão devagar e alimentado por mim mesmo. Eu poderia fazer isso? Eu me pergunto se estar em uma moto seria melhor? Andar de bicicleta por esse mundão a fora certamente seria um teste de vontade.


E ai quais livros fazem você levar menos coisas na bagagem?